Ruy Balla

Locutor.
Apresentador.
Diretor Artístico.
Narrador.
Jornalista.

Começou no rádio em meados dos anos 80 na Clube FM em Ribeirão Preto, lá se iníciou, sem querer, o apelido "Balla", imposto pelo dono da emissora Paulo Pizani. Passou por vários horários até ir para a Rádio Cidade de Lisboa, Portugal a convite de César Rosa. Lá comandou um dos horários mais importantes da emissora e apresentou e produziu vários programas de sucesso até o início das transmissões em Rede para todo o país, algo inovador no meio rádio até então. Em 91 voltou ao Brasil para a Clube FM para coordenar a rádio e dar uma guinada na programação da emissora. Conseguiu com muito sucesso até ser chamado em 92 para "segurar" as tardes da concorrente e nova emissora, a Difusora FM. O grande desafio era colocá-la em primeiro lugar no Ibope de Ribeirão. Mais uma conquista e com muita dedicação seu horário era absoluto na região toda. Era uma questão de tempo ser chamado para trabalhar em São Paulo, pois estava com grande destaque no interior e isso contava muito na época, as emissoras de São Paulo sempre buscavam novos talentos no interior paulista.

E em 94 foi convidado para trabalhar na Rede Transamérica. Lá além de vários programas como Adrenalina, Fuzuê, Filé Mignon, foi o apresentador do "Estúdio ao Vivo" que foi reformulado e comandou as apresentações de Chico Science, Cassia Eller, O Rappa, Jota Quest, Skank, Capital, Cidade Negra e uma infinidade de bandas nacionais além das gringas como Faith no More, Lighthouse Family, The Wailers, Bruce Dickinson, Midnight Oil, Men At Work e muitos outros, foram mais de 150 programas. Com o inglês fluente acabou fazendo uma série de eventos especiais pela emissora, como a transmissão dos prêmios Grammy direto de New York, a cerimônia do Oscar em Los Angeles, Olimpíadas de Atlanta fazendo transmissões de programas e jogos ao vivo, entrevistas com atletas e celebridades. E Ruy fez uma reportagem especial com a banda U2 seguindo-os por 30 dias nos Estados Unidos, entrevistando a equipe da Pop Mart Tour e a banda toda em 97, antecipando os shows que fariam no Brasil ano seguinte e apresentando os três no Rio e em São Paulo. Balla também cobriu o backstage de 2 edições do Hollywood Rock, mega festival com grandes bandas nacionais e internacionais, apresentando shows dos Rolling Stones, que aliás apresentei por 2 vezes quando aqui estiveram, entrevistando a banda com exclusividade no rádio brasileiro. Outros shows que apresentou: Sheryl Crow e Elton John, No Doubt, Green Day, Smash Mouth, Sugar Ray, Bon Jovi, entrevistando todos os artistas nas ocasiões.
Nesse período foi ator e produtor das "Pegadinhas do Faustão", atuando em mais de 50 quadros.

Acabou retornando a Ribeirão Preto depois de 5 anos na Transamérica, agora para comandar um novo programa na Diusora FM. Ruy criou o "Mandando Balla", uma mistura de programa de temas, auto-ajuda, entrevistas e muito humor, uma de suas marcar registradas. Em poucas semanas o programa virou febre na região toda, com a maior audiência do rádio de Ribeirão e fazendo festas que levavam milhares de pessoas.
Fez toda a reformulação da rádio e era um os coordenadores, mas em 2001 recebeu um convite para voltar a Rede Transamérica, desta vez como desafio iria Dirigir a Rede toda no Brasil.
Assumiu no início de 2001 e fez diversas mudanças, trazendo a rádio de volta ao estilo POP que a consagrou por anos, ousei colocando pela primeira vez a Black Music numa rádio a nível nacional, tocando artistas como Dr. Dre, Snoop Dogg, Blu Cantrel, TLC, Naughty by Nature, entre muitos outros. Também dirigiu a equipe de esportes da rádio, trouxe dos Estados Unidos dezenas de idéias e conceitos de programação, locução e plástica inovadora dos estúdios da Reel World, além do incremento da programação local de São Paulo e de cada praça Transamérica. Balla criou programas esportivos e musicais de grande repercussão no meio. Organizando ainda as transmissões de duas Copas do Mundo (2002 e 2006) além de duas Olimpíadas (Atenas e Sidney). Como resultado, a Transamérica emplacou o primeiro lugar no Ibope das principais capitais do Brasil em vários horários. Ruy ainda organizou cerca de 100 eventos diferentes no período, entre shows, feiras, festas em São Paulo e por todo o Brasil, além de ser voz padrão da Rede Transamérica.
Apresentou programas de grande destaque na grade como o The Vibe (Black music), Hot Hits e o Transalouca, que aliás teve uma versão na TV pela CNT . Recentemente dirigiu a Rádio Clip Fm de Indaiatuba por 5 anos. Em 2015 criou um curso de locução online, para aperfeiçoamento de profissionais e iniciou uma série de consultorias para rádios de todo o Brasil. Em 2018 Ruy foi o Diretor Artístico do Grupo Thathi de Comunicação, em Ribeirão Preto, comandando a reformulação de 3 rádios, incluindo a Difusora FM e 2 TVs. Balla também atuou como narrador esportivo na TV Record News nos jogos Panamericanos de Guadalajara no México em 2011 e também nas Olimpíadas de Londres 2012 e Rio 2016, narrando muitas modalidades. Ruy Balla também está na Fabriccaradio.

Ouça alguns de seus trabalhos:
Av. Brigadeiro Faria Lima, 1461 - 4º andar - conjunto 41 - Torre Sul Caixa Postal 102 / Pinheiros - São Paulo/SP - CEP 01452-002
Telefone para contato
(11) 3468-0119
Desenvolvido por Cotiweb e InWeb